A Fisioterapia em Uroginecologia

A incontinência urinária é uma condição caracterizada pela existência de uma queixa de perda involuntária de urina, originando um problema social e/ou higiénico. Por menos frequentes que sejam os episódios ocasionais de perda de urina, originam alterações significativas na qualidade de vida da mulher, constituindo, assim, uma causa significativa de incapacidade e dependência.

Uma das causas principais, refere-se ao enfraquecimento dos músculos do pavimento pélvico, estes músculos são responsáveis pelo suporte dos órgãos pélvicos e pelo controlo da micção.

Esta situação deve-se geralmente à gravidez, ao parto, à actividade física intensa e/ou às alterações hormonais decorrentes da menopausa. A fisioterapia em uroginecologia é um tratamento conservador das disfunções urogenitais e anorectais, nomeadamente incontinência urinária, prolapso dos órgãos pélvicos e disfunções sexuais.

Actua na promoção, prevenção, tratamento e recuperação, ensina o utente sobre a sua condição, melhora a função do pavimento pélvico, melhora o controlo da função da bexiga, não impede futuras acções e pode evitar ou retardar intervenções cirúrgicas.

No centro OLÁ MAMÃ a intervenção é realizada por uma fisioterapeuta especializada. Consiste numa primeira sessão de avaliação onde, consoante os resultados, a fisioterapeuta estabelecerá, em conjunto com o utente, um plano de tratamento e fará uma estimativa do número de sessões necessárias.

O plano de tratamento pode incluir exercícios de fortalecimentos dos músculos do pavimento pélvico, utilização de electroestimulação e alteração dos comportamentos e hábitos de vida.

Vídeo